Seguidores

Arquivo do blog

terça-feira, 22 de novembro de 2011

Igreja Cristã da REforma Luterana - Quem somos

Quem somos
Somos uma pequena congregação de cristãos luteranos.
Como congregação cristã estamos encarregados de transmitir o santo evangelho do Nosso Senhor Jesus Cristo. Evangelho é uma palavra de origem grega que significa “Boa Nova”.
E esta Boa Nova que queremos transmitir é:
1)Jesus padeceu na cruz em nosso lugar, morreu e foi sepultado.
2)Jesus ressuscitou no terceiro dia, triunfou sobre o pecado e a morte.
3)Somente em Jesus há perdão de pecados para todo aquele que,
arrependido, o reconhece como seu Senhor.
Por isso, queremos nos colocar ao seu dispor, para, com a Bíblia Sagrada, compartilharmos o que Deus tem revelado para a humanidade.
Visite-nos ou entre em contato conosco!
92 01 – 17 22 / 9108-5120
ou pelos e-mails:
reverendogustavo@peru.com
igrejacristadareformaluterana@yahoo.com.br
O que cremos:
• Cremos em Deus Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra.
• Cremos em Jesus Cristo,
• Seu único Filho, nosso Senhor.
• Cremos que Jesus Cristo foi concebido pelo Espírito Santo.
• Cremos que nasceu da virgem Maria, padeceu sob Pôncio Pilatos,
foi crucificado, morto e sepultado.
• Cremos que Jesus Cristo desceu ao inferno mas no terceiro dia ressuscitou dos mortos, subiu ao céu, e está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso.
• Cremos que Jesus Cristo há de vir a julgar os vivos e os mortos.
• Cremos no Espírito Santo.Þ Cremos na santa Igreja Cristã – que é a comunhão dos santos.
• Cremos no perdão dos pecados – pelo sangue que Jesus derramou morrendo em nosso lugar.
• Cremos na ressurreição do corpo e na vida eterna.
Como oramos:
• Oramos seguindo os ensinamentos do Senhor e Mestre:
*Em silêncio (Deus não é surdo – Ele já sabe o que precisamos antes mesmo de que peçamos!!)
“Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos.
Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes” Mateus 6:6-8
• Oramos sempre pedindo segundo a Sua Vontade e não “exigindo”Deus é o Soberano – não nós! Ele nos ensinou isso na oração do Pai–Nosso:
“...Seja feita a tua vontade assim na terra como nos céus...”
* Intercedemos uns pelos outros.
O que não somos:
• Não somos uma seita.
• Não somos gente que está “atrás do dinheiro”.
• Não somos gente que perturbará o seu descanso em casa.
• Não somos fanáticos.
• Não somos carismáticos/pentecostais.
• Não somos ecumênicos.
O que desejamos:
• Desejamos estudar a Palavra de Deus e estarmos preparados para compartilhar a doutrina cristã com os que a quiserem.
• Desejamos, como o Doutor Martinho Lutero, permanecer na Palavra de Deus e continuar com a doutrina da Reforma afirmando que a salvação é concedida ao homem:

Somente pela Graça,
somente pela Escritura,
somente pela Fé somente em Jesus Cristo,
somente por Ele a Deus a Glória!

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

494 anos da Reforma

No passado dia 31 de outubro se completaram os 494 anos desde que Martinho Lutero afixou as suas 95 teses na porta da Catedral de Wittemberg na Alemanha.
Ao redor do mundo muitos grupos luteranos festejaram essa data...
Mas festejar o quê?
Em 31 de outubro de 1999 uma grande delegação de "igrejas luteranas" (inclusive com representação brasileira) fincaram seus joelhos diante dos representantes papais pedindo perdão "pelo estrago causado por Lutero" - E fizeram-no na mesma Catedral de Wittemberg!!!
Hoje, o luteranismo, tal como foi no século XVI, é quase inexistente. O que há ao redor do mundo é um número muito grande de grupos religiosos que há muito abandonaram os postulados da Reforma e abraçaram-se aos pés de Roma implorando pelo reconhecimento da "Santa Sé".
Em todo lugar onda há uma "igreja luterana", há também um grupo ecumenico liderando pelo "padre" da ICAR e do "pastor luterano"...grandes amigos no desvio das massas ignorantes dos ensinamentos bíblicos.
A seis anos dos quinhentos anos da Reforma...festejar o quê?

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Gentileza Gera Gentileza

Conta-se uma história de um empregado em um frigorifico da Noruega.
Certo dia ao término do trabalho, foi inspecionar a câmara frigorifica. Inexplicavelmente, a porta se fechou e ele ficou preso dentro da camara. Bateu na porta com força, gritou por socorro mas ninguém o ouviu, todos já haviam saido para suas casas e era impossível que alguém pudesse escutá-lo.
Já estava quase cinco horas preso, debilitado com a temperatura insuportável.
De repente a porta se abriu e o vigia entrou na câmara e o resgatou com vida. Depois de salvar a vida do homem, perguntaram ao vigia:
Porque foi abrir a porta da câmara se isto não fazia parte da sua rotina de trabalho?.
Ele explicou: Trabalho nesta empresa há 35 anos, centenas de empregados entram e saem aqui todos os dias e ele é o único que me cumprimenta ao chegar pela manhã e se despede de mim ao sair. Hoje pela manhã disse “Bom dia” quando chegou. Entretanto não se despediu de mim na hora da saída. Imaginei que poderia ter-lhe acontecido algo. Por isto o procurei e o encontrei...
Pergunta: Será que vc seria salvo????????
(autor desconhecido - recebido por e-mail)

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

AS MARCAS PENTECAS

Conheci a figura "XXX" em Manaus nos anos 1988-1996...era um psicólogo que chegou a ser "pashtor" de uma "igreja batishta" no centro da cidade...foi "crescendo", entrou em contato com um "apóshtolo" colombiano de onde trouxe diversas idéias...entre elas:
-seminários para homens e mulheres (por separado)
- cerimônias estranhas como a "unção peniana" (os caras teriam que colocar o dito cujo sobre uma mesa para ser "ungido" pelos "líderes"!!!!)
Mas nada disso é surpresa para quem conhece a Palavra de Deus...
TODOS (sem exceção) os que pertencem a grupos "carismáticos" / (em bom português de rua: "pentecas") pertencem à grande massa mencionada em I Tessalonicenses 2:10-12 "...os que perecem...não receberam o amor da Verdade...(por isso)...Deus lhes enviará a operação do erro...para que creiam na mentira...não creram na Verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade"
Pode parecer exagero, mas é que neles se cumpre o que o Senhor Jesus advertiu em Mateus 7:22-23:
"pregamos em teu nome...expulsamos demônios...fizemos milagres"
"...lhes direi abertamente: NUNCA vos conheci...apartai-vos de mim VÓS que PRATICAIS a INIQÜIDADE"
Como vê as marcas "pentecas" estão ahí:
a) "pregação em nome de Jesus"
b) expulsão de demônios
c) milagres ("curas" e demais prodigios)
MAS . . . N A D A disso é prova de ser um cristão verdadeiro.
Todavia em João 8;32 o Senhor afirmou:
"e CONHECEREIS a Verdade, e a Verdade vos libertará"
Isto (conhecer a Verdade) não se obtém "da noite para a manhã" nem "por revelação"...requer esforço, dedicação, estudo..."preto no branco" (nada de emocionalismo - é só "queimar as pestanas" = estudar, estudar, estudar...)
Em fim...
Há crédulos para tudo!!!

domingo, 14 de agosto de 2011

O FALSO PENTECOSTE E OS OPERADORES DO ERRO

Mary Schultze : “Sinto-me edificada, quando escuto, durante os cultos matinais da PIBT, alguns hinos clássicos, em vez dos heréticos cânticos modernos, os quais são, em geral, mais fracos no vernáculo do que na teologia bíblica. A nova geração de crentes tem mergulhado no amor próprio, com o EGO predominando, inclusive nos CÂNTICOS ANTROPOCÊNTRICOS. Mas, quando o nosso EGO mergulha em Cristo e nos tornamos “escravos do amor” por Ele, estamos nos aproximando de um Pentecoste pessoal.”

PENTECOSTE NÃO SIGNIFICA MÚSICA ESTRIDENTE,
GRITARIA E REBOLADO, COM UMA PORÇÃO DE GENTE
ENROLANDO A LÍNGUA,
A FIM DE IMPRESSIONAR A IGREJA.

O Pentecoste cristão aconteceu pela primeira vez, no início da igreja, a fim de convencer os judeus de que Jesus era o Cristo (Messias) prometido, para que os judeus se convertessem e pudessem levar o Evangelho de Cristo ao mundo inteiro, cumprindo o “Ide” de Jesus. Ele deve acontecer novamente, no final da Grande Tribulação, com o mesmo objetivo de salvação para os judeus. O Pentecoste cristão nada tem a ver com os gentios (veja I Coríntios 14:21-24).
Na igreja, conhecemos algumas pessoas que se dedicam aos trabalhos da organização, tentando agradar ao pastor e aparentando espiritualidade. Mas, a maioria delas é totalmente desprovida do amor cristão. Amar não é sorrir e dar tapinha nas costas, mas mostrar a verdade bíblica aos menos eruditos do que nós, respeitando os seus pontos de vista e evitando comentários maldosos sobre a sua vida particular. A maioria das pessoas que se dedica ao trabalho da igreja entende pouco de teologia bíblica, resumindo-se às revistinhas da organização.
Em matéria de amor ao próximo, o próprio Apóstolo Paulo, aparentemente, se achava fraco e, por isso, foi direto ao assunto em sua Primeira Carta aos Coríntios. O amor cristão nos é dado pelo Espírito Santo, como um dom de Deus: “... o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. (Romanos 5:5). Fazer trabalhos na igreja não significa amar aos irmãos...A essência do Pentecoste pessoal é o derramamento do amor, com o poder do Espírito Santo em nós operando e nos conduzindo à santificação, através do estudo consciente da Palavra de Deus, pela qual mergulhamos no amor a Cristo e aos irmãos.
Jesus Cristo é o VERBO e, portanto, a própria Palavra escrita, à qual devemos nos apegar, a fim de conhecê-Lo melhor e termos o nosso coração purificado (João 15:3). Devemos nos esforçar por um viver santo, pois o nosso testemunho de vida é uma pregação aberta aos familiares, amigos e vizinhos. Não adianta pregar sem viver, pois isto é hipocrisia. Quem crê em Cristo, divulga a sua fé e anda conforme os ensinos da Bíblia.
Por isso, jamais cairá no Lago de Fogo, mesmo que precise atravessar os vales mais sombrios e as tempestades mais violentas. O amor de Cristo nos constrange a um modo de vida conforme o Seu desejo. O Lago de Fogo não é uma piscina, na qual alguém mergulhe, note que a água está por demais aquecida e dê o fora dali. Quem nega a existência do Lago de Fogo chama Cristo de mentiroso. Entre as verdades que Ele disse, muitas são rejeitadas; e a doutrina mais odiada é a do Inferno. Vejamos o que Ele diz em uma dessas afirmações, conforme Mateus 18:8: “Portanto, se a tua mão ou o teu pé te escandalizar, corta-o, e atira-o para longe de ti; melhor te é entrar na vida coxo, ou aleijado, do que, tendo duas mãos ou dois pés, seres lançado no fogo eterno”. O Eterno “Alfa e Ômega” jamais iria mentir. Nem há como afirmar que Ele tenha usado aqui uma linguagem figurada ou incompreensível, conforme dizem alguns “teólogos” modernos.
Infelizmente, esses religiosos costumam “espiritualizar” as palavras de Cristo e dos profetas, a fim de respaldarem suas doutrinas heréticas. No Julgamento Final, após a Grande Tribulação, Jesus dirá aos não salvos “que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos”. (Mateus 25:41).
Na história “O Rico e Lázaro” (Lucas 16:22-25), podemos ler: “E aconteceu que o mendigo morreu, e foi levado pelos anjos para o seio de Abraão; e morreu também o rico, e foi sepultado. E no inferno, ergueu os olhos, estando em tormentos, e viu ao longe Abraão, e Lázaro no seu seio. E, clamando, disse: Pai Abraão, tem misericórdia de mim, e manda a Lázaro, que molhe na água a ponta do seu dedo e me refresque a Disse, porém, Abraão: Filho, lembra-te de que recebeste os teus bens em tua vida, e Lázaro somente males; e agora este é consolado e tu atormentado”.
A Palavra de Deus não condena quem tem riqueza, mas quem não sabe usá-la em favor dos necessitados e, portanto, é desprovido de amor, como no caso desse rico avarento. Quando estudamos a Bíblia, encontramos varias referências aterrorizantes sobre o que será uma eternidade no Inferno. Ali, encontraremos os nossos entes amados (que tiverem sido condenados) em corpos corrompidos e ardentes, gritando eternamente por uma gota de alívio. Tudo no Inferno é assombroso demais para ser descrito e quem lá está sofrendo não pode voltar, para admoestar os vivos. Por isso, temos de confiar no que a Bíblia ensina sobre Jesus Cristo, porque ela é infalível e eternamente exata em tudo que expõe. Ela é o único passaporte para o Céu...
Muitos cristãos têm se corrompido na visão do Inferno por causa de alguns teólogos modernos, como Westcott e Hort, que o camuflaram em seu Texto Grego do Novo Testamento, o qual tem sido usado nas novas versões da Bíblia. O editor dessas versões, nos Estados Unidos e na Inglaterra, as quais têm sido exportadas para o mundo inteiro, é nada menos que Rupert Murdoch, uma das figuras mais comentadas, no último escândalo da mídia mundial.
O Senhor Jesus disse claramente que “pelos frutos conheceríamos a árvore e que nenhuma árvore má poderia produzir bons frutos”.
Quanto mais nos aproximarmos do fim, mais operadores do erro irão se apresentar, todos eles ligados ao falso cristianismo, travestidos de cristãos verdadeiros. É muito perigoso rejeitar uma verdade comprovada na Escritura Sagrada, substituindo-a por algo moderno. A Palavra de Deus é ETERNA e INFALÍVEL; portanto, não se torna obsoleta. Pastores que ficam exibindo (e usando nos púlpitos) as novas versões da Bíblia comportam-se como garotos tolos, que querem se mostrar importantes, diante dos colegas de escola.
O Evangelho da salvação é tão simples!
Jesus Cristo é Deus Encarnado, que veio ao mundo para salvar os pecadores, e quem não aceitar esta verdade, deixando de confiar exclusivamente em Sua obra na cruz, vai acabar no Lago de Fogo, por melhor pessoa que tenha sido neste mundo, pois Ele disse: “Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim” (João 14:6). E agora, você vai encarar o Lago de Fogo ou vai se converter ao Evangelho de Cristo?

Joseph Chambers/Mary Schultze, 25/07/2011.
www.maryschultze.com

terça-feira, 12 de julho de 2011

As "novas igrejas"

BALAIO DE GATOS
A profecia bíblica é uma prova irrefutável de que a Escritura Sagrada é infalível e não pode ser anulada, conforme o próprio Jesus afirmou em João 10:35. Deus escreveu de antemão toda a história e entregou o governo do mundo ao Seu Filho Amado e nós, os crentes bíblicos, estamos ansiando pelo dia em que Ele virá assumir o Seu lugar de Supremo Governante da Humanidade.
A Escritura jamais falhou e jamais falhará no seu conteúdo didático e profético, por ser a eterna e infalível Palavra de um Deus, que não pode mentir. Em seus 66 livros, podemos verificar que tudo ali escrito se refere, direta ou indiretamente, à Pessoa de Jesus Cristo, o Senhor da História.
A Bíblia está repleta de admoestações contra o pecado, de promessas de salvação e de como o drama da humanidade vai ser encerrado, com o Senhor Jesus assentado no trono universal, com Satanás e seus anjos atirados ao lago de fogo, para onde irão os ateus, os falsos religiosos, que pervertem o Evangelho de Cristo e os tolos que foram enganados pelas falsas religiões. Nosso Deus e Pai é Onipotente e Soberano. Quando examinamos as Escrituras, logo entendemos que Ele fez tudo perfeito e legal, tendo chegado ao extremo de entregar o próprio Filho para ser imolado em favor da humanidade, comprovando, assim, o Seu perfeito AMOR. Quem duvida do que Deus escreveu na Bíblia, usando homens santos para nos transmitir os Seus ensinos, é um tolo e vai sofrer as consequências de sua incredulidade, ao desprezar a salvação que Ele nos oferece através de Jesus Cristo, cujo sangue nos purifica de todo pecado, quando nEle confiamos plenamente.
Em 2009, a BBC de Londres transmitiu uma série, focalizando os 80 tipos de fé que existem no mundo. O criador desta série foi o (incrédulo) pastor anglicano Peter Owen Jones, cujo objetivo era mostrar que todas as religiões são igualmente boas e conduzem ao Céu, neutralizando, assim, a exclusividade da Palavra de Deus. Mas, como Deus é Soberano, em vez de conseguir esse objetivo de esfriar a obra de missões, os cristãos fundamentalistas, mesmo representando uma parcela mínima no Reino Unido, logo reagiram, incrementando o envio de missionários aos países não cristãos.
Ao contrário dos protestantes bíblicos, a Igreja de Roma (ICAR) tem aumentado suas investidas nos países pagãos, não com o objetivo de pregar o Evangelho de Cristo, mas o evangelho da mariolatria, aumentando a difusão do paganismo romano dos Césares, com a deusa católica substituindo as deusas do paganismo.A missão principal da Maria católica, nos países sul-americanos mais atrasados, é se identificar com a "Mãe Terra", a deusa da religião natural. Do mesmo modo como transformou os deuses pagãos do passado em “santos” católicos, enchendo os seus altares com abominável idolatria, a ICAR transforma agora os ídolos indígenas em divindades católicas, visando implementar a rota macabra do Ecumenismo religioso. Entre os indígenas, Maria é exaltada como a "Mãe Terra", com os nomes indígenas pelos quais é conhecida. Nos países árabes, ela é "Nossa Senhora de Fátima", tomando o nome da filha de Maomé, e haja aparições mentirosas.
Numa tribo indígena da Bolívia, a ICAR incentiva um ritual exótico: o sacrifício de uma lhama, cujo sangue derramado serve, supostamente, para fertilizar a "Mãe Terra". Vocês podem imaginar um missionário batista praticando um ritual assim? Ora, do jeito que a Convenção Batista do Sul tem apostatado, nos últimos anos, por causa da incredulidade de muitos dos seus líderes maçons, qualquer dia vai acontecer algo parecido, nos arraiais batistas. O Anticristo está às portas e a apostasia que Paulo anunciou como precursora da vinda do “homem do pecado” já está enchendo as igrejas ditas evangélicas, principalmente as pentecostais. Ontem à noite, após uma excelente pregação no culto matinal da PIBT, fui com um amigo assistir a um culto na igreja metodista próxima de casa. Após quase uma hora de música ensurdecedora, com muito rebolado e gritaria, uma "pastora" subiu ao púlpito, para entregar a mensagem da noite. Usando o Livro de Êxodo, ela descreveu todo o ritual do tabernáculo de Moisés, exultando de triunfalismo, tendo esquecido de citar o sacrifício de Cristo, no Calvário, para remissão dos pecados de todos os que Nele crêem. Amo Israel e o povo judeu, mas sou gentia/cristã e disso não abro mão. Mas, cada dia, eu mais me convenço de que o Judaísmo tomou conta das igrejas pentecostais, deletando o evangelho do Apóstolo Paulo, em favor do evangelho da prosperidade. Cada pentecostal doutrinado nessas igrejas se transforma num falso judeu, acatando a promessa de riqueza, que Deus fez a Abraão, enquanto à Igreja só foram prometidas aflições...
Infelizmente, o que é chamado “peNtecostalismo” tem se transformado em “peStecotalismo”. A ICAR sabe muito bem o que deseja conseguir no mundo religioso. Ela está tentando reunir todas as religiões num "balaio de gatos”, para, em seguida, dominar os cristãos, com mão de ferro, a serviço do Anticristo. Jesus nos adverte, em Apocalipse 18:4: “Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas”.
Quem arreda uma vírgula dos ensinos bíblicos corre o perigo de cair nas garras do ecumenismo e do homem do pecado, para ser letalmente arranhado no balaio de gatos que o "papa" Ratzinger está preparando, com o aval dos pastores apóstatas. Mary Schultze, 13/07/2011 - www.maryschultze.com

quarta-feira, 18 de maio de 2011

VOCÊ É UM VERDADEIRO MEMBRO DE IGREJA?

Muitos crentes vão à igreja da mesma maneira que vão aos Correios. Não sabem quem abriu a agência ou a limpou. Não se importam com quem mais ali está, exceto os funcionários no balcão. Tudo que desejam é enviar suas correspondências e ir embora. Nem mesmo se interessam em olhar rapidamente para as outras pessoas que estão na fila, a menos que alguém lhes chame pelo nome. Se isto acontece, então se voltam e conversam um pouco com aquela pessoa.
Isto é o que acontece a muitos crentes. Tudo que lhes interessa é desfrutar do culto, do pastor e de sua mensagem. Não sabem quem abriu o templo, quem o varreu, colocou os hinários nos bancos, etc. Tudo que desejam é ouvir o sermão e desaparecer, voltando para casa. Se alguém os cumprimenta, então param, conversam um pouco antes de sumirem, retornando para casa.
Com certeza, isso está errado. Todo crente deveria ser um membro ativo de sua igreja. Se você é culpado desse tipo de atitude em relação à igreja, deve parar. Precisa tornar-se membro de uma igreja local e fazer que sua membresia seja significativa.
Isto é o que Bíblia ensina com a expressão “em um corpo”, encontrada no versículo que citamos no início. Em sua conversão, você foi espiritualmente unido ao corpo de Cristo. Isto acontece porque a salvação assemelha- se a um pacote. Inclui regeneração, justificação, adoção, habitação do Espírito, etc. Um dos elementos deste pacote é a união com Cristo, ou seja, o processo pelo qual o Espírito Santo o enxerta no corpo de Cristo, de modo que você se torna um membro orgânico desse corpo (1 Co 12.12-13), ao invés de um membro autômato.
É necessário que esta experiência espiritual seja traduzida para termos concretos por meio de sua deliberada união visível a um grupo de crentes. Por causa de nossa união espiritual com Cristo, ajuntar-se a um grupo de crentes tem de ser desejado por você. Precisa haver em você o desejo de pertencer ao povo de Deus, que constitui a família dEle. Isto é o que significa ser membro de uma igreja: é uma expressão externa e objetiva de uma experiência subjetiva e íntima.
O Novo Testamento não menciona qualquer coisa a respeito de crentes que não se importam com a igreja e vivem isoladamente a vida cristã, andando para lá e para cá. Você tem de pertencer a uma igreja local. Existem muitos crentes que são semelhantes a ervas aquáticas, vivem flutuando de igreja em igreja. Não pertencem à membresia de nenhuma delas, mas estão presentes a todas as “poderosas” reuniões da cidade. Onde for aberta uma nova igreja, ali os encontraremos. E, se outra igreja for estabelecida, tais crentes mudarão para ela.
O seu crescimento espiritual é o motivo pelo qual Deus deseja que você se torne membro de uma igreja. Tornar-se membro ativo de uma igreja não é opcional ao seu crescimento na santidade. As inevitáveis implicações de pertencer à membresia de uma igreja podem ser resumidas na palavra “responsabilidade”, sendo esta uma responsabilidade que temos indiretamente para com Deus e diretamente uns para com os outros. Considere o exemplo dos discípulos apresentado no Novo Testamento (At 2.42-47; 4.32-35).
Este é o motivo por que sua membresia a uma igreja não pode consistir apenas de um registro formal no rol de membros. Precisa ser expressa em envolvimento prático em toda a vida da igreja. Torne-se semelhante a um filho que se envolve positivamente nas tarefas do lar.
Você é um verdadeiro membro de igreja? Se não, acabe com essa atitude imediatamente! Se é membro de uma igreja, você é responsável? Existe uma diferença real entre você e os visitantes? Pense sobre os membros de sua igreja, você os conhece, está orando e se interessando por eles, a fim de ajudá-los em suas necessidades? Torne-se agora um responsável membro de igreja.
Autor: Pastor Conrad Mbewe
Fonte: Editora Fiel

quarta-feira, 11 de maio de 2011

doutrina da reforma

Aqui quero compartilhar o que é a doutrina da reforma...especificamente começando pelo sacerdócio universal dos cristãos...
cada cristão é sacerdote (nota: não há "sacerdotisas"!!!)
logo, ao estarem dois ou três cristãos reunidos em nome do Senhor Jesus,
aí está a Igreja...mas, as chaves dadas pelo Senhor a cada cristão são idênticas em poder, pelo que cada um deles têm o privilégio/dever de pregar a palavra e ministrar os sacramentos...assim, teoricamente cada um deles poderia querer pregar no culto (ou batizar ou celebrar a Santa Ceia)...a reunião viraria uma bagunça...para que isso não aconteça, seguindo a diretriz paulina "faça-se tudo decentemente e em ordem", esses sacerdotes devem se reunir, e buscando a orientação do Senhor, delegar o poder das chaves a um dentre eles, a quem o próprio Senhor chamou, o qual passará a partir desse momento a ser chamado de "pastor" (esse é o "um entre iguais" da reforma)..
Esse pastor é responsável pelos que lhe entregaram as suas chaves, é pastor deles e para eles (detém o Ofício das Chaves ou Ofício Pastoral), prega e ministra os sacramentos DE MANEIRA PÚBLICA (o que implica que os outros sacerdotes, continuam a ser sacerdotes nos seus respectivos lares, ministrando a Palavra para as suas esposas e filhos!!!)
Por isso, quando num culto em que a Ceia Cristã é servida AOS MEMBROS dessa congregação, quem não é membro da mesma, embora seja um verdadeiro cristão, não pode participar do sacramento, pois ele tem as suas chaves entregues nas mãos de um outro sacerdote (seu pastor), num outro lugar (na sua congregação)...
Muitos há que não entendem a simplicidade desta doutrina e reagem com rancor perante a negativa do pastor local de lhes ministrar a Santa Ceia...(que é chamada “comunhão fechada” = só para os membros)

Isto é o que nós, da Igreja Cristã da Reforma Luterana, cremos e praticamos.

sábado, 19 de março de 2011

“Carnaval! Empolgante Carnaval!”

"Carnaval! Empolgante Carnaval!
Festa vibrante! Festa colossal!

Festa de todos: de plebeus e nobres,
Que iguala, nas paixões, ricos e pobres.
Festa de esquecimento do passado,
De térreo paraíso simulado...

Falsa resposta à voz do coração
De quem não frui de Deus comunhão,
Festa da carne em gozo desbragado,
Festa pagã de um povo batizado,

Festa provinda de nações latinas
Que se afastaram das lições divinas.
Ressurreição das velhas bacanais,
Das torpes lupercais, das saturnais

Reino de Momo, de comédias cheio,
De excessos em canções e revolteio,
De esgares, de licença e hilaridade,
De instintos animais em liberdade!

Festa que encerra o culto sedutor
De Vênus impúdica em seu fulgor.
Festa malsã, de Cristo a negação,
Do "Dia do Senhor" profanação.

Carnaval! Estonteante Carnaval!
Desenvoltura quase universal!

Loucura coletiva e transitória,
Deixa do prazer lembrança inglória,
Festa querida, do caminho largo,
De início doce, mas de fim amargo...

Festa de baile e vinho capitoso,
Que morde como ofídio venenoso,
Que tira do homem sério o nobre porte,
E gera o vício, o crime, a dor e a morte.

Carnaval! Vitando Carnaval!
Festa sem Deus! Repúdio da moral!
Festa de intemperança e gasto insano!
Trégua assombrosa do pudor humano,

Que solta a humana besta no seu pasto:
O sensualismo aberto mais nefasto!
Festas que volve às danças do selvagem
E do africano, em fúria, lembra a imagem,

Que confunde licença e liberdade
Nos aconchegos da promiscuidade
Sem lei, sem norma, sem qualquer medida,
Onde a incauta inocência é seduzida,

Onde a mulher, às vezes, perde o siso
E o cavalheiro austero o são juízo;
Onde formosas damas, pela ruas,
Exibem, saltitando, as formas suas,

E no passo convulso e bamboleante,
Em requebros de dança extravagante,
Ouvem, no "frevo" , as chufas e os ditados
Picantes, de homens quase alucinados,

De foliões audazes, perigosos,
Alguns embriagados, furiosos!
Muitos, tirando a máscara, em tais dias,
Revelam, nessas loucas alegrias,

A vida que levaram mascarados
Com a máscara dos homens recatados...
Carnaval!Perigoso Carnaval!
Que grande festa e que tremendo mal!

Brasil gigante, atenção! Atenção!
O Carnaval é festa de pagão!
Repele-o! Que te traz só dor e morte!
Repele-o! E inspira em Deus a tua sorte."

poema de Jerônimo Gueiros (1880-1954)
ministro presbiteriano nordestino (Recife-Pe) literato e apologista da fé cristã

RICOS E POBRES

POR Martha Medeiros
Anos atrás escrevi sobre um apresentador de televisão que ganhava R$ 1 milhão por mês e que em entrevista vangloriava- se de nunca ter lido um livro na vida.
Classifiquei- o imediatamente como um exemplo de pessoa pobre.
Agora leio uma declaração do publicitário Washington Olivetto em que ele fala sobre isso de forma exemplar.
Ele diz que há no mundo os ricos-ricos (que têm dinheiro e têm cultura), os pobres-ricos (que não têm dinheiro mas são agitadores intelectuais,
possuem antenas que captam boas e novas idéias) e os ricos-pobres, que são a pior espécie: têm dinheiro mas não gastam um único tostão da sua fortuna em livrarias, shows ou galerias de arte, apenas torram em futilidades e propagam a ignorância e a grosseria.
Os ricos-ricos movimentam a economia gastando em cultura, educação e viagens, e com isso propagam o que conhecem e divulgam bons hábitos.
Os pobres-ricos não têm saldo invejável no banco, mas são criativos, efervescentes, abertos.
A riqueza destes dois grupos está na qualidade da informação que possuem, na sua curiosidade, na inteligência que cultivam e passam adiante.
São estes dois grupos que fazem com que uma nação se desenvolva.
Infelizmente, são os dois grupos menos representativos da sociedade brasileira.
O que temos aqui, em maior número, é um grupo que Olivetto nem mencionou, os pobres-pobres, que devido ao baixíssimo poder aquisitivo e quase inexistente acesso à cultura, infelizmente não ganham, não gastam, não aprendem e não ensinam: ficam à margem, feito zumbis.
E os ricos-pobres, que têm o bolso cheio e poderiam ajudar a fazer deste país um lugar que mereça ser chamado de civilizado, mas que nada: eles só propagam atraso, só propagam arrogância, só propagam sua pobreza de espírito.
Exemplos?
Vou começar por uma cena que testemunhei semana passada.
Estava dirigindo quando o sinal fechou.
Parei atrás de um Audi preto, do ano. Carrão.
Dentro, um sujeito de terno e gravata que, cheio de si, não teve dúvida: abriu o vidro automático, amassou uma embalagem de cigarro vazia e a jogou pela janela no meio da rua, como se o asfalto fosse uma lixeira pública.
O Audi é só um disfarce que ele pôde comprar, no fundo é um pobretão que só tem a oferecer sua miséria existencial.
Os ricos-pobres não têm verniz, não têm sensibilidade, não têm alcance para ir além do óbvio. Só têm dinheiro.
Os ricos-pobres pedem no restaurante o vinho mais caro e tratam o garçom com desdém, vestem-se de Prada e sentam com as pernas abertas, viajam para Paris e não sabem quem foi Degas ou Monet, possuem tevês de plasma em todos os aposentos da casa e só assistem programas de auditório, mandam o filho pra Disney e nunca foram a uma reunião da escola. E, claro, dirigem um Audi e jogam lixo pela janela. Uma esmolinha para eles, “pelo amor de Deus”.
O Brasil tem saída se deixar de ser preconceituoso com os ricos-ricos (que ganham dinheiro honestamente e sabem que ele serve não só para proporcionar conforto, mas também para promover o conhecimento) e não deixar de valorizar os pobres-ricos, que são aqueles inúmeros indivíduos que fazem malabarismo para sobreviver mas, por outro lado, são interessados em teatro, música, cinema, literatura, moda, esportes, gastronomia, tecnologia e, principalmente, interessados nos outros seres humanos, fazendo da sua cidade um lugar desafiante e empolgante..
É este o luxo de que precisamos, porque luxo é ter recursos para melhorar o mundo que nos coube.
E recurso não é só money: é atitude e informação..

OS SINAIS E MARAVILHAS DA MENTIRA

O Inimigo das nossas almas tem a capacidade de realizar milagres cativantes e terá sua operação aumentada no fim dos tempos!
“A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade” II Tessalonicenses 2:9-11
È realmente impressionante o número de pessoas que acredita em sonhos, visões, profecias, etc. que "deus" lhes deu. Não se questiona a sinceridade dessas pessoas - não se coloca em dúvida que são sinceras - mas a questão é com relação à origem sobrenatural das “comunicações” que recebem!
Agora pessoal - pensem antes de reagir. Por qual autoridade estão essas coisas sendo passadas adiante e como é que elas não violam as recomendações de Deuteronômio 4:2 e Apocalipse 22:18-19 sobre não fazer acréscimos ou remoções da Palavra de Deus?
As Escrituras estão completas e foram concluídas há quase dois mil anos e tudo o que Deus quer que saibamos está contido nelas. Assim, quando alguém presume estar fazendo acréscimos às Escrituras, está convidando à confusão espiritual e ao caos - algo do qual Deus certamente não é o autor! [1 Coríntios 14:33].
Muitos milhões de pessoas em todo o mundo estão agora insistindo que o que têm a dizer é "de deus" mas a Palavra de Deus nos adverte que o resultado final será simplesmente catastrófico: O gnosticismo está comendo o coração espiritual da cristandade, pavimentando o caminho para a igreja do mundo unificado do Anticristo.
As pessoas que estão enganadas estão alegremente ignorantes a respeito! Sendo esse o caso, é possível que você possa estar entre elas no que se refere ao assunto dos dons espirituais? Em caso afirmativo, é muito provável que você compartilhe a mesma visão básica, é a crença que:
“Se é sobrenatural, então tem de ser de Deus!”
Mas como diz o título deste artigo, Satanás é capaz de realizar qualquer milagre que Deus permita que ele realize. As Escrituras descrevem várias situações em que Satanás fez algumas coisas impressionantes; a relação a seguir é apenas um exemplo:
 Miraculosamente apareceu a Eva na forma de uma serpente [Gênesis 3:1]
 Manipulou os sabeus e os fez matar os servos de Jó e tomar todo o seu gado [Jó 1:14-15]
 Convenceu um dos servos de Jó que era "fogo de Deus" que desceu do céu e matou as ovelhas e os pastores [Jó 1:16]
 Manipulou os caldeus e os levou a roubar os camelos de Jó e a matar os tratadores deles [Jó 1:17]
 Matou todos os filhos de Jó (sete filhos e três filhas) por meio do controle do clima [Jó 1:19]
 Em seguida, com a permissão específica de Deus, feriu Jó com uma enfermidade [Jó 2:7]
 Miraculosamente apareceu a Jesus no deserto e o tentou a agir de forma contrária à vontade do Pai Celestial. [Mateus 4:1-11]
 Miraculosamente transportou Jesus a Jerusalém e "colocou-o sobre o pináculo do templo" [Mateus 4:5]
 Miraculosamente transportou Jesus "a um monte muito alto" [Mateus 4:8]
 O livro do Apocalipse nos diz dos milagres que Satanás realizará durante o Período da Tribulação - tais como fazer "descer fogo do céu à terra, à vista dos homens" [Apocalipse 13:13] e curar a chaga mortal da besta [Apocalipse 13:3]
Assim, apenas com essas ocorrências todos podemos ver que Satanás pode controlar o clima, fazer fogo cair do céu, e provocar e curar enfermidades! E se ele pôde aparecer de repente e manter um diálogo com Eva e com o Senhor Jesus Cristo - certamente pode causar visões, sonhos, e "profecias" que muito estão convencidos que vêm do próprio Espírito Santo!
Mas a Bíblia não nos diz que muitos na igreja primitiva possuíam dons espirituais miraculosos como esses que foram mencionados? E eles não foram usados para a glória de Deus? É lógico que a resposta é "sim" em ambos os casos. Então, por que estou questionando a validade desses dons hoje e afirmando que eles estão sendo falsificados por Satanás? Bem, por uma razão: ele quer tomar o lugar de Deus e ser adorado pelo mundo.
A Palavra afirma claramente que Deus irá remover a influência restritiva do Espírito Santo e permitir que o Diabo opere livremente antes do Período da Grande Tribulação!
A realidade nos mostra que os homens estão indo de "mal para pior, enganando e sendo enganados" [2 Timóteo 3:13] e a situação vai ficar muito pior antes de melhorar! Deus irá "revelar" algo em adição ao que Ele já disse? Especialmente quando o senso comum nos diz que Satanás está feliz demais para preencher o vácuo à medida que o Espírito Santo retirar seu poder de restrição!
No Velho Testamento, Israel foi tirado do Egito por Deus, que falava aos israelitas por meio de Moisés e operava milagres para chamar a atenção do povo. Eles eram escravos ignorantes e os milagres autenticavam aquilo que a maioria deles era incapaz de discernir intelectualmente.
Então, após Moisés, Deus continuou a usar os profetas para falar em seu nome ao povo. Em algumas situações, os ministérios dos profetas eram validados à vista do povo por meio dos milagres. No entanto, à medida que a Palavra escrita de Deus foi sendo copiada e aumentou em importância, os milagres DEcresceram proporcionalmente. Por que? Porque o salmista diz:
"Inclinar-me-ei para o teu santo templo, e louvarei o teu nome pela tua benignidade, e pela tua verdade; POIS ENGRANDECESTE A TUA PALAVRA ACIMA DE TODO O TEU NOME." [Salmos 138:2]
Assim, ao tempo de Malaquias, Israel não testemunhava um milagre havia vários séculos! O cânon das Escrituras do Velho Testamento estava concluído.
Então quatro outros séculos se passaram (período conhecido como “os quatro séculos de silêncio”) antes de o ministério do Senhor Jesus Cristo ser autenticado por um retorno dos milagres. O ministério terreno de Jesus foi pontuado por milagres, e então Sua noiva, a igreja, nasceu entre sinais e maravilhas do Espírito Santo - para levar os israelitas segundo a carne a verem Jesus como seu longamente aguardado Messias. Eles foram levados para fora do Egito por vista - por meio dos milagres - e finalmente Deus usou os milagres para levá-los a Cristo. Mas à medida que a Palavra escrita foi sendo copiada e cresceu em importância, os milagres novamente DEcresceram proporcionalmente até que finalmente cessaram de todo!
"O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas;
havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá" 1 Coríntios 13:8
O cânon do Novo Testamento foi concluído e a Noiva de Cristo foi instruída a caminhar por fé e não por vista.
"Porque andamos por fé, e não por vista" 2 Coríntios 5:7
Hoje, muitas pessoas estão convencidas de que o Espírito Santo as está dirigindo e os milagres estão sendo demonstrados em toda a oportunidade, mas a Palavra estudada cuidadosamente e sem emocionalismos mostra que “todo o poder, e sinais e prodígios” serão realizados diante do povo absorto pela operação de Satanás (II Tessalonicenses 2:9-11).
Portanto, pare e considere como Deus usou os milagres no passado para levar Seu povo a algo bom!
Amigo, não há nada de bom com aquilo que o Diabo tem reservado para este mundo e você precisa questionar a origem dos "milagres" que está testemunhando.

Revisado e adaptado pelo Reverendo Gustavo Pereyra

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

VOCÊ JÁ FOI HIPÓCRITA ALGUMA VEZ NA SUA VIDA?

Vamos refazer a pergunta...que tal?:
Quem não é hipócrita na vida?
Por que refazê-la assim?
Vejamos...se você falar "hipócrita" na frente de um grego (que não fale nem um pouco de português) ele vai entender!!!
"Hipócrités" em grego significa "ATOR" - quer dizer, alguém que representa um papel, finge ser quem não é.
Na antiguidade os atores de teatro usavam máscaras para representarem as personagens...
De volta ao fato em questão: TODOS ATUAMOS - somos "atores" quando interagimos em sociedade = nós usamos mácaras na vida...nenhum de nós é capáz de se apresentar "de cara limpa" - NEM PARA NÓS MESMOS!!! - pois a nossa aparencia real é tão horrorosa que nem nós mesmos seriamos capazes de suportar-nos (tal como Deus nos vê!! Veja Isaías 1:5-6 "Por que seríeis ainda castigados, se mais vos rebelaríeis? Toda a cabeça está enferma e todo o coração fraco. Desde a planta do pé até a cabeça não há nele coisa sã, senão feridas, e inchaços, e chagas podres não espremidas, nem ligadas, nem amolecidas com óleo")
Todos nós "personas" (espanhol) = pessoas (português) usamos máscaras!!!
Ah! Sim, de onde vem a palavra "pessoa"? - É do Latim "personna" que se refere exatamente às máscaras que os atores usavam nas peças teatrais!!! - Somos "personas" ambulantes!
Uma prova disso? A intimidade.
A intimidade acontece quando retiramos ALGUMAS das máscaras que usamos em público e nos mostramos sem essas máscaras retiradas para a pessoa amiga...e à medida que essa intimidade cresce, vamos retirando mais e mais máscaras !!! - O que significa que, normalmente, em sociedade, estamos SOTERRADOS por essas máscaras que usamos!!! (numa entrevista de emprego é impressionante as camadas e camadas de máscarasa que usamos!!!)
Veja ainda como o Senhor Jesus nos vê:
João 2:23 E, estando ele em Jerusalém pela páscoa, durante a festa, muitos, vendo os sinais que fazia, creram no seu nome.
24 - Mas o mesmo Jesus não confiava neles, porque a todos conhecia;
25 - E não necessitava de que alguém testificasse do homem, porque ele bem sabia o que havia no homem.

Finalmente, "Quem não é hipócrita na vida?", quer dizer:
"Quem não mente na vida?"
Veja Romanos 3:4
"...sempre seja Deus verdadeiro, e todo o homem mentiroso"

Desejo que o Senhor lhe guie.
Reverendo Gustavo Pereyra

quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Ta ligado, Brother?

O que acontece quando milhões de brasileiros espreitam por suas telas indiscretas o cotidiano dos doze participantes do Big Brother Brasil? À primeira vista, trata-se apenas de um grande interesse pelo comportamento de pessoas comuns, que, por isso mesmo, provocariam a identificação do(a) espectador(a). Uma espécie de binóculo superpossante, voltado para o apartamento de um vizinho qualquer, e capaz de desnudar a privacidade alheia, sem o risco de que a bisbilhotice seja flagrada e punida. O prazer do voyerismo sem culpa, despertado por um marketing agressivo.
Porém, as fantasias voyeristas dependem, nesse caso, de pessoas que se disponham a pagar o preço de sua liberdade para se submeterem à eterna vigilância das câmaras onipresentes. Entra em cena o exibicionismo de quem abre mão de uma parcela de sua dignidade, incitado(a) pela promessa de um lugar ao sol. Até aqui, nenhum grande problema. Somente pequenas perversões humanas, demasiadamente humanas, para merecerem o mármore dos infernos.
O que assusta e constrange, no Big Brother Brasil, é mais do que as nossas fraquezas, que ele traz à tona. É mais do que a estupidez das provas a que são submetidos os(as) participantes, do que a pobreza das situações que vivem e do que a indigência dos diálogos que os rapazes e as moças são capazes de performar espontaneamente. O pior do Big Brother não está no olhar de quem vê ou na fragilidade de quem se expõe. Está no próprio espírito que o concebe. Está nos dispositivos que estimulam o que há de menor na nossa humanidade: o individualismo sem limites, a competitividade, o sadismo, a covardia, a paranóia, a deslealdade e a futilidade. Está nas regras do jogo que valoriza a desqualificação e a exclusão, conferindo um lugar quase clandestino à solidariedade, à integridade, à identificação e à cooperação entre as pessoas.
Nesse cenário, não há como esperar que o programa promova valores muito edificantes. O que se vê é o reforço das aspirações imediatistas de conquista de fama e dinheiro. Não a fama de quem investiu na criação de algo, de quem se arriscou para salvar alguém ou de quem se empenhou para transformar alguma coisa. Nem, tampouco, o dinheiro que resulta do trabalho e que retorna para a cadeia produtiva, realimentando circuitos vitais. O que se vende, como um bem que passa a valer por si mesmo, é a possibilidade do reconhecimento fácil, de quem se torna instantaneamente famoso por desempenhar, diante de milhões de brasileiros, o papel de pessoa comum. É a atração do ganho imediato, que não requer nenhum talento, nenhuma grandeza, nenhuma capacidade, nenhuma inspiração. São as miragens do enriquecimento e do prestígio automáticos, que, do outro lado da cidade partida e longe do nosso olhar indulgente, atraem tantos jovens sem perspectiva para o abismo do tráfico de drogas. Nesse sentido, o Big Brother reflete o lado sombrio das sociedades contemporâneas, instigando a sociabilidade predatória e a voracidade narcísica.
No sentido inverso ao do olho que tudo vê, um bando de jovens sem projetos e sem compromisso com o que acontece no resto do mundo penetra o cotidiano de uma parte da população, que é convocada a acompanhar, passo a passo, os acontecimentos dessa novela aparentemente sem roteiro. Aos telespectadores cabe também tomar decisões: eleger as afinidades e os desafetos, que justificarão a escolha do próximo personagem a ser excluído. Uma suposta interatividade, que reforça a sensação ilusória de que o que se vê é a vida real, fluindo diante das câmaras. Em troca, a promessa de grandes emoções, fomentadas e calibradas pelos apresentadores, a quem é dado comandar o espetáculo.
Mas, felizmente, há sempre realidades paralelas, que escapam ao olhar do grande irmão, e são povoadas por outros jovens que aspiram algo mais do que a fama e o dinheiro. Com a ousadia de quem tem a vida pela frente e com os tropeços naturais que advêm do entusiasmo juvenil, eles e elas se organizam em torno de ideais políticos, de movimentos artísticos e de projetos culturais, renovando a nossa esperança de que um outro mundo seja possível.

David Silvestre
Manaus –AM 05 de janeiro de 2011

sábado, 1 de janeiro de 2011

OS SINAIS E MARAVILHAS DA MENTIRA

O Inimigo das nossas almas tem a capacidade de realizar milagres cativantes e terá sua operação aumentada no fim dos tempos!
“A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade” II Tessalonicenses 2:9-11
È realmente impressionante o número de pessoas que acredita em sonhos, visões, profecias, etc. que "deus" lhes deu. Não se questiona a sinceridade dessas pessoas - não se coloca em dúvida que são sinceras - mas a questão é com relação à origem sobrenatural das “comunicações” que recebem!
Agora pessoal - pensem antes de reagir. Por qual autoridade estão essas coisas sendo passadas adiante e como é que elas não violam as recomendações de Deuteronômio 4:2 e Apocalipse 22:18-19 sobre não fazer acréscimos ou remoções da Palavra de Deus?
As Escrituras estão completas e foram concluídas há quase dois mil anos e tudo o que Deus quer que saibamos está contido nelas. Assim, quando alguém presume estar fazendo acréscimos às Escrituras, está convidando à confusão espiritual e ao caos - algo do qual Deus certamente não é o autor! [1 Coríntios 14:33].
Muitos milhões de pessoas em todo o mundo estão agora insistindo que o que têm a dizer é "de deus" mas a Palavra de Deus nos adverte que o resultado final será simplesmente catastrófico: O gnosticismo está comendo o coração espiritual da cristandade, pavimentando o caminho para a igreja do mundo unificado do Anticristo.
As pessoas que estão enganadas estão alegremente ignorantes a respeito! Sendo esse o caso, é possível que você possa estar entre elas no que se refere ao assunto dos dons espirituais? Em caso afirmativo, é muito provável que você compartilhe a mesma visão básica, é a crença que:
“Se é sobrenatural, então tem de ser de Deus!”
Mas como diz o título deste artigo, Satanás é capaz de realizar qualquer milagre que Deus permita que ele realize. As Escrituras descrevem várias situações em que Satanás fez algumas coisas impressionantes; a relação a seguir é apenas um exemplo:
 Miraculosamente apareceu a Eva na forma de uma serpente [Gênesis 3:1]
 Manipulou os sabeus e os fez matar os servos de Jó e tomar todo o seu gado [Jó 1:14-15]
 Convenceu um dos servos de Jó que era "fogo de Deus" que desceu do céu e matou as ovelhas e os pastores [Jó 1:16]
 Manipulou os caldeus e os levou a roubar os camelos de Jó e a matar os tratadores deles [Jó 1:17]
 Matou todos os filhos de Jó (sete filhos e três filhas) por meio do controle do clima [Jó 1:19]
 Em seguida, com a permissão específica de Deus, feriu Jó com uma enfermidade [Jó 2:7]
 Miraculosamente apareceu a Jesus no deserto e o tentou a agir de forma contrária à vontade do Pai Celestial. [Mateus 4:1-11]
 Miraculosamente transportou Jesus a Jerusalém e "colocou-o sobre o pináculo do templo" [Mateus 4:5]
 Miraculosamente transportou Jesus "a um monte muito alto" [Mateus 4:8]
 O livro do Apocalipse nos diz dos milagres que Satanás realizará durante o Período da Tribulação - tais como fazer "descer fogo do céu à terra, à vista dos homens" [Apocalipse 13:13] e curar a chaga mortal da besta [Apocalipse 13:3]
Assim, apenas com essas ocorrências todos podemos ver que Satanás pode controlar o clima, fazer fogo cair do céu, e provocar e curar enfermidades! E se ele pôde aparecer de repente e manter um diálogo com Eva e com o Senhor Jesus Cristo - certamente pode causar visões, sonhos, e "profecias" que muito estão convencidos que vêm do próprio Espírito Santo!
Mas a Bíblia não nos diz que muitos na igreja primitiva possuíam dons espirituais miraculosos como esses que foram mencionados? E eles não foram usados para a glória de Deus? É lógico que a resposta é "sim" em ambos os casos. Então, por que estou questionando a validade desses dons hoje e afirmando que eles estão sendo falsificados por Satanás? Bem, por uma razão: ele quer tomar o lugar de Deus e ser adorado pelo mundo.
A Palavra afirma claramente que Deus irá remover a influência restritiva do Espírito Santo e permitir que o Diabo opere livremente antes do Período da Grande Tribulação!
A realidade nos mostra que os homens estão indo de "mal para pior, enganando e sendo enganados" [2 Timóteo 3:13] e a situação vai ficar muito pior antes de melhorar! Deus irá "revelar" algo em adição ao que Ele já disse? Especialmente quando o senso comum nos diz que Satanás está feliz demais para preencher o vácuo à medida que o Espírito Santo retirar seu poder de restrição!
No Velho Testamento, Israel foi tirado do Egito por Deus, que falava aos israelitas por meio de Moisés e operava milagres para chamar a atenção do povo. Eles eram escravos ignorantes e os milagres autenticavam aquilo que a maioria deles era incapaz de discernir intelectualmente.
Então, após Moisés, Deus continuou a usar os profetas para falar em seu nome ao povo. Em algumas situações, os ministérios dos profetas eram validados à vista do povo por meio dos milagres. No entanto, à medida que a Palavra escrita de Deus foi sendo copiada e aumentou em importância, os milagres decresceram proporcionalmente. Por que? Porque o salmista diz:
"Inclinar-me-ei para o teu santo templo, e louvarei o teu nome pela tua benignidade, e pela tua verdade; pois engrandeceste a tua palavra acima de todo o teu nome." [Salmos 138:2]
Assim, ao tempo de Malaquias, Israel não testemunhava um milagre havia vários séculos! O cânon das Escrituras do Velho Testamento estava concluído.
Então quatro outros séculos se passaram (período conhecido como “os quatro séculos de silêncio”) antes de o ministério do Senhor Jesus Cristo ser autenticado por um retorno dos milagres. O ministério terreno de Jesus foi pontuado por milagres, e então Sua noiva, a igreja, nasceu entre sinais e maravilhas do Espírito Santo - para levar os israelitas segundo a carne a verem Jesus como seu longamente aguardado Messias. Eles foram levados para fora do Egito por vista - por meio dos milagres - e finalmente Deus usou os milagres para levá-los a Cristo. Mas à medida que a Palavra escrita foi sendo copiada e cresceu em importância, os milagres novamente decresceram proporcionalmente até que finalmente cessaram de todo!
"O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas;
havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá" 1 Coríntios 13:8
O cânon do Novo Testamento foi concluído e a Noiva de Cristo foi instruída a caminhar por fé e não por vista.
"Porque andamos por fé, e não por vista" 2 Coríntios 5:7
Hoje, muitas pessoas estão convencidas de que o Espírito Santo as está dirigindo e os milagres estão sendo demonstrados em toda a oportunidade, mas a Palavra estudada cuidadosamente e sem emocionalismos mostra que “todo o poder, e sinais e prodígios” serão realizados diante do povo absorto pela operação de Satanás (II Tessalonicenses 2:9-11).
Portanto, pare e pense como Deus usou os milagres no passado para levar Seu povo a algo bom! Amigo, não há nada de bom com aquilo que o Diabo tem reservado para este mundo e você precisa questionar a origem dos "milagres" que está testemunhando.
Assim, para encerrar, é preciso reiteirar algo mencionado no artigo "Enganação no Mais Alto Nível: Quando o Diabo Imita a Obra do Espírito Santo de Deus" [P177]. O livro on-line intitulado "I Speak in Tongues More Than All of You" [Falo Mais Línguas do Que Vós Todos], foi escrito por um carismático para carismáticos e deve ser lido por todos que se preocupam com o assunto. Ele pode ser encontrado no endereço a seguir e você é exortado a lê-lo, se ainda não fez isso:
http://users.bigpond.net.au/joeflorence/tongues.html

Revisado e adaptado pelo Reverendo Gustavo Pereyra

OS SINAIS E MARAVILHAS DA MENTIRA

O Inimigo das nossas almas tem a capacidade de realizar milagres cativantes e terá sua operação aumentada no fim dos tempos!
“A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, e com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniqüidade” II Tessalonicenses 2:9-11
È realmente impressionante o número de pessoas que acredita em sonhos, visões, profecias, etc. que "deus" lhes deu. Não se questiona a sinceridade dessas pessoas - não se coloca em dúvida que são sinceras - mas a questão é com relação à origem sobrenatural das “comunicações” que recebem!
Agora pessoal - pensem antes de reagir. Por qual autoridade estão essas coisas sendo passadas adiante e como é que elas não violam as recomendações de Deuteronômio 4:2 e Apocalipse 22:18-19 sobre não fazer acréscimos ou remoções da Palavra de Deus?
As Escrituras estão completas e foram concluídas há quase dois mil anos e tudo o que Deus quer que saibamos está contido nelas. Assim, quando alguém presume estar fazendo acréscimos às Escrituras, está convidando à confusão espiritual e ao caos - algo do qual Deus certamente não é o autor! [1 Coríntios 14:33].
Muitos milhões de pessoas em todo o mundo estão agora insistindo que o que têm a dizer é "de deus" mas a Palavra de Deus nos adverte que o resultado final será simplesmente catastrófico: O gnosticismo está comendo o coração espiritual da cristandade, pavimentando o caminho para a igreja do mundo unificado do Anticristo.
As pessoas que estão enganadas estão alegremente ignorantes a respeito! Sendo esse o caso, é possível que você possa estar entre elas no que se refere ao assunto dos dons espirituais? Em caso afirmativo, é muito provável que você compartilhe a mesma visão básica, é a crença que:
“Se é sobrenatural, então tem de ser de Deus!”
Mas como diz o título deste artigo, Satanás é capaz de realizar qualquer milagre que Deus permita que ele realize. As Escrituras descrevem várias situações em que Satanás fez algumas coisas impressionantes; a relação a seguir é apenas um exemplo:
 Miraculosamente apareceu a Eva na forma de uma serpente [Gênesis 3:1]
 Manipulou os sabeus e os fez matar os servos de Jó e tomar todo o seu gado [Jó 1:14-15]
 Convenceu um dos servos de Jó que era "fogo de Deus" que desceu do céu e matou as ovelhas e os pastores [Jó 1:16]
 Manipulou os caldeus e os levou a roubar os camelos de Jó e a matar os tratadores deles [Jó 1:17]
 Matou todos os filhos de Jó (sete filhos e três filhas) por meio do controle do clima [Jó 1:19]
 Em seguida, com a permissão específica de Deus, feriu Jó com uma enfermidade [Jó 2:7]
 Miraculosamente apareceu a Jesus no deserto e o tentou a agir de forma contrária à vontade do Pai Celestial. [Mateus 4:1-11]
 Miraculosamente transportou Jesus a Jerusalém e "colocou-o sobre o pináculo do templo" [Mateus 4:5]
 Miraculosamente transportou Jesus "a um monte muito alto" [Mateus 4:8]
 O livro do Apocalipse nos diz dos milagres que Satanás realizará durante o Período da Tribulação - tais como fazer "descer fogo do céu à terra, à vista dos homens" [Apocalipse 13:13] e curar a chaga mortal da besta [Apocalipse 13:3]
Assim, apenas com essas ocorrências todos podemos ver que Satanás pode controlar o clima, fazer fogo cair do céu, e provocar e curar enfermidades! E se ele pôde aparecer de repente e manter um diálogo com Eva e com o Senhor Jesus Cristo - certamente pode causar visões, sonhos, e "profecias" que muito estão convencidos que vêm do próprio Espírito Santo!
Mas a Bíblia não nos diz que muitos na igreja primitiva possuíam dons espirituais miraculosos como esses que foram mencionados? E eles não foram usados para a glória de Deus? É lógico que a resposta é "sim" em ambos os casos. Então, por que estou questionando a validade desses dons hoje e afirmando que eles estão sendo falsificados por Satanás? Bem, por uma razão: ele quer tomar o lugar de Deus e ser adorado pelo mundo.
A Palavra afirma claramente que Deus irá remover a influência restritiva do Espírito Santo e permitir que o Diabo opere livremente antes do Período da Grande Tribulação!
A realidade nos mostra que os homens estão indo de "mal para pior, enganando e sendo enganados" [2 Timóteo 3:13] e a situação vai ficar muito pior antes de melhorar! Deus irá "revelar" algo em adição ao que Ele já disse? Especialmente quando o senso comum nos diz que Satanás está feliz demais para preencher o vácuo à medida que o Espírito Santo retirar seu poder de restrição!
No Velho Testamento, Israel foi tirado do Egito por Deus, que falava aos israelitas por meio de Moisés e operava milagres para chamar a atenção do povo. Eles eram escravos ignorantes e os milagres autenticavam aquilo que a maioria deles era incapaz de discernir intelectualmente.
Então, após Moisés, Deus continuou a usar os profetas para falar em seu nome ao povo. Em algumas situações, os ministérios dos profetas eram validados à vista do povo por meio dos milagres. No entanto, à medida que a Palavra escrita de Deus foi sendo copiada e aumentou em importância, os milagres decresceram proporcionalmente. Por que? Porque o salmista diz:
"Inclinar-me-ei para o teu santo templo, e louvarei o teu nome pela tua benignidade, e pela tua verdade; pois engrandeceste a tua palavra acima de todo o teu nome." [Salmos 138:2]
Assim, ao tempo de Malaquias, Israel não testemunhava um milagre havia vários séculos! O cânon das Escrituras do Velho Testamento estava concluído.
Então quatro outros séculos se passaram (período conhecido como “os quatro séculos de silêncio”) antes de o ministério do Senhor Jesus Cristo ser autenticado por um retorno dos milagres. O ministério terreno de Jesus foi pontuado por milagres, e então Sua noiva, a igreja, nasceu entre sinais e maravilhas do Espírito Santo - para levar os israelitas segundo a carne a verem Jesus como seu longamente aguardado Messias. Eles foram levados para fora do Egito por vista - por meio dos milagres - e finalmente Deus usou os milagres para levá-los a Cristo. Mas à medida que a Palavra escrita foi sendo copiada e cresceu em importância, os milagres novamente decresceram proporcionalmente até que finalmente cessaram de todo!
"O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas;
havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá" 1 Coríntios 13:8
O cânon do Novo Testamento foi concluído e a Noiva de Cristo foi instruída a caminhar por fé e não por vista.
"Porque andamos por fé, e não por vista" 2 Coríntios 5:7
Hoje, muitas pessoas estão convencidas de que o Espírito Santo as está dirigindo e os milagres estão sendo demonstrados em toda a oportunidade, mas a Palavra estudada cuidadosamente e sem emocionalismos mostra que “todo o poder, e sinais e prodígios” serão realizados diante do povo absorto pela operação de Satanás (II Tessalonicenses 2:9-11).
Portanto, pare e pense como Deus usou os milagres no passado para levar Seu povo a algo bom! Amigo, não há nada de bom com aquilo que o Diabo tem reservado para este mundo e você precisa questionar a origem dos "milagres" que está testemunhando.
Assim, para encerrar, é preciso reiteirar algo mencionado no artigo "Enganação no Mais Alto Nível: Quando o Diabo Imita a Obra do Espírito Santo de Deus" [P177]. O livro on-line intitulado "I Speak in Tongues More Than All of You" [Falo Mais Línguas do Que Vós Todos], foi escrito por um carismático para carismáticos e deve ser lido por todos que se preocupam com o assunto. Ele pode ser encontrado no endereço a seguir e você é exortado a lê-lo, se ainda não fez isso:
http://users.bigpond.net.au/joeflorence/tongues.html

Revisado e adaptado pelo Reverendo Gustavo Pereyra