Seguidores

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

Renúncia ou ABDICAÇÃO?

Renúncia ou ABDICAÇÃO?

Se você estiver trabalhando para uma empresa, ou até tendo sido eleito democraticamente para um cargo público, você pode RENUNCIAR a esse emprego ou a tal cargo...abdicar? Não, pois tal verbo está destinado à realeza...e ao papado!
Assim, o cardeal Josef Ratzinger, eleito no último conclave, tornou-se Bento XVI, ele não “renunciou” a ser papa...na verdade ele anunciou a sua ABDICAÇÃO – Como assim? Muito simples e claro: ele não é um empregado nem um político eleito para um cargo...ele é o Soberano Pontífice do Vaticano! – O que ele anunciou foi a sua abdicação pois ele é rei!
Como um papa pode ser um Rei?
A partir de 1800, com Pio VII, a Igreja Católica já começou a renovar suas forças e, um papa após o outro, assinaram acordos e tratados com vários Chefes de Estado da época, inclusive retomando alguns de seus territórios. Mas faltava algo para que verdadeiramente o papa pudesse voltar a ser “rei”. Faltava-lhe o “trono”, a sede do poder. Então, ocorreu o inesperado: em 11 de fevereiro de 1929, o então Primeiro-Ministro italiano Benito Mussolini e o papa Pio XI assinaram o famoso “Tratado de Latrão”.
Essa data marcou a criação do Estado do Vaticano e desde então o papado voltou a ser realmente um reino com rei. Isto não foi o suficiente para “curar” a ferida, posto que esta só será totalmente curada quando este rei (papado) recuperar o poder que tinha antes de 1798, pois “cura” supõe volta ao estado anterior.
Mas isto já é suficiente, pois dentro do seu Estado, o Vaticano e em sua comunidade católica, ele realmente tem status de rei e, portanto, a partir de 1929 podemos contar os papas/reis em seu Estado).
1º - Pio XI (06/02/22 – 10/02/39).
2º - Pio XII (02/03/39 – 09/10/58).
3º - João XXIII (28/10/58 – 03/06/63).
4º - Paulo VI (21/06/63 – 06/08/78).
5º - João Paulo I (26/08/78 – 28/09/78).
6º - João Paulo II (16/10/78 – 02/04/2005).
O anjo, explicando sobre os reis, disse que “cinco caíram, e um existe” Ele levou João para o tempo do sexto rei, o que nos mostra que a profecia seria entendida quando o sexto rei estivesse no trono do papado. Partindo de Pio XI, o primeiro papa/rei, já vimos os papas reis que se seguiram dos quais:
João Paulo II foi o sexto rei, aquele descrito pelo anjo através das palavras: “um existe” = Apoc. 17:10
Ele estava no poder no tempo apontado por João na visão. Centenas de pessoas nos Estados Unidos, Brasil, Argentina, e provavelmente em outros lugares, entenderam o que foi explicado até aqui nos anos noventa, quando João Paulo II estava no trono do Vaticano, cumprindo a profecia dos Sete Reis...
“O outro ainda não chegou”. De acordo com a profecia, após a morte de João Paulo II, haveria outro papa “rei”, que, “quando vier, tem de durar pouco tempo”.
O cardeal Josef Ratzinger, um homem de idade avançada que não pode se manter no trono do papado por muitos anos como o fez João Paulo II, foi eleito, tornando-se
Bento XVI, o sétimo rei, cumprindo a profecia.
E agora...Quem será o 8º rei? O versículo 11 diz: “a besta que viste, era e não é, é ela também o oitavo, e é dos sete, e caminha para a perdição.”
Note que a profecia, quando fala do oitavo rei, faz questão de colocar um adjunto, fazer uma observação sobre ele. Aí está a primeira característica: “É DOS SETE”.
Mas, é o versículo 11 o que realmente nos dá uma explicação melhor acerca do Anticristo:
11 E a besta, que era e não é, também é ele, o oitavo rei, e procede dos sete, e caminha para a destruição.
De acordo com a explicação acima, o oitavo rei (papa) é a besta.
O que isto significa? Os luteranos devem de lembrar que o doutor Martinho Lutero sempre ensinou que o termo “besta” representa o poder do Vaticano usado pela igreja para perseguir aos santos.
O fato de que o oitavo rei é apresentado como sendo a besta, mostra-nos que quando ele ascender ao trono do papado, a igreja Católica irá usar abertamente o poder de estado para perseguir e matar os santos, como o fez no passado...(durante a época da “Santa Inquisição”)
Como irá a besta (o oitavo papa/rei) ascender ao poder?
A profecia diz que a besta (o oitavo papa/rei) “está para subir do abismo” (verso 8)...Ao procurarmos um significado bíblico do termo, nós encontramos: “ou, quem descerá ao abismo? Isto é, para trazer o Messias dentre os mortos”. (Rom. 10:7), vemos então que “Abismo” é o lugar dos mortos (ou abertamente “inferno” como a Igreja sempre confessou no Credo Apostólico: “...desceu ao inferno, no terceiro dia ressuscitou dentre os mortos...”).
Então, o fato de que o oitavo rei subirá do “abismo” (do inferno!), significa que ele subirá da morte, ou em outras palavras, “ressuscitará”!!!
Mas a Palavra diz claramente “são sete reis....” e também afirma: “E a besta... é ele, o oitavo rei, e procede dos sete...” (Apoc. 17:11) – Como pode ser oitavo se serão somente sete? – Porém não podemos passar por alto: “e procede dos sete...” = quer dizer: é um dos sete!!!
NOTA: Qual desses papas poderia ser esse dos sete que será o oitavo? – todos eles (desde Pio XI a João Paulo II) faleceram... mas houve algo realmente esquisito com o último deles: João Paulo II não foi embalsamado (quer dizer não retiraram nenhum órgão do seu cadáver: assim como expirou, assim foi preservado em uma série de caixões...e é o único sarcófago ao qual se tinha acesso através da internet (web-cam vigiando esse sarcófago as 24 horas do dia...confira isso no site oficial do Vaticano!!!)
Até agora, nós vimos que o oitavo rei subirá do inferno para ascender ao trono do papado, e com esse poder perseguirá aos santos usando o poder de estado (como o papado fez no passado), basta ler o capítulo 13 do Apocalipse.
"E adoraram o dragão que deu à besta o seu poder; e adoraram a besta, dizendo: Quem é semelhante à besta? Quem poderá batalhar contra ela?. E foi-lhe dada uma boca para proferir grandes coisas e blasfêmias, e deu-se-lhe poder para continuar por quarenta e dois meses. "E foi-lhe permitido fazer guerra aos santos, e vencê-los; e deu-se-lhe poder sobre toda a tribo, e língua, e nação. E adorá-la-ão todos os que habitam sobre a terra, aqueles cujos nomes, desde a fundação do mundo, não foram escritos no livro da vida do Cordeiro que foi morto.

"Aqui há sabedoria; Aquele que tem conhecimento, calcule o número da besta, porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis". Apocalipse 13:4,5,7,8,18.
"COINCIDÊNCIAS" : JP II viveu 84 anos....
Bento XVI anunciou a sua abdicação no dia 11 de fevereiro de 2013 = 84 anos após a criação do Menor Reino do Mundo (11/02/1929)
(Para aqueles que adoram os números - desde os antigos "pitagóricos" aos modernos "numerólogos":
8 x 4 = 32 ....3 x 2 =...?... "Coincidência"???)
Você está preparado para as coisas que vêm?...Em quem você crê?

“Quem tem o Filho tem a vida, quem não tem o Filho de Deus não tem a vida” I João 5:12